12 de Fevereiro – Feliz Aniversário Meu Amado Filho, Paulo Henrique!

Meu amado e único filho,
Gostaria que você soubesse que, tão logo nasceu se tornou o sentido, a prioridade absoluta e a principal fonte de alegria de minha vida. Queria que perdoasse meus tropeços, incertezas e imprevidência. E que aceitasse meus desejos e votos a seguir como um presente singelo, mas que vem das mesmas entranhas e alma que antes te acolheu ainda semente. Entre tantas outras coisas que, como mãe, lhe desejo, gostaria que você descobrisse que o infinito é uma palavra séria. Que certas estrelas ficam tão longe nos confins do Universo que, no momento em que as vemos, a luz delas já se apagou há muito, muito tempo. Muito além do que conseguimos enxergar, elas já morreram. Mas continuam e continuarão brilhando, céu afora, sabe-se lá por quantos milhões de anos ainda. Considere filho, que nesse infindável vazio flutuante, nosso planetinha gira, banhado pelos raios do sol. E que nesse planetinha – e, por enquanto, ao que se saiba, apenas nele – a vida se entrelaça de bilhões de formas imagináveis. Como, talvez, em nenhum outro lugar de toda essa vastidão misteriosa que nos circunda. Nunca se esqueça de que essa explosão de vida, a natureza, é tão fascinante quanto cruel. Pode ser a paisagem irretocável que nos comove – e também a fúria que, num piscar de olhos, a devasta. São os filhotes com sua doçura cativante e frágil – mas também criaturas que devoram implacavelmente umas às outras. Na natureza, a curto, médio ou longo prazos, depende, toda forma de existência vive ao relento. Feito as estrelas, estão condenadas a um dia deixar de brilhar. Tudo passa. Tudo precisa passar. Não tem jeito. É assim. Que essa aparente fatalidade, filho, não o assuste. Ao contrário. Tomara que ela o faça perceber quanto nós, seres humanos, somos privilegiados. Por podermos contemplar a criação e a evolução “sentados num camarote” se comparados a tantas outras espécies.

Meu filho. Seja previdente, mas permita-se sempre realizar certos sonhos. Não se considere imune a nada. Tudo, absolutamente tudo nessa vida é possível. Os sonhos mais ousados. As dores mais lancinantes. Agradeça aquilo que o destino lhe reservar. Os bons momentos alegram a alma. Os ruins ajudam a lapidá-la. Ambos acabam um dia ficando para trás e cada qual traz suas próprias lições.  Persiga sempre o discernimento. É ele que lhe permitirá essa fotossíntese renovadora que transforma lágrimas em risos. E em luz a obscuridade.

(Adaptado por Simoneuza Oliveira
de José Ruy Gandra)

Feliz Aniversário! Você é o meu Presente Eterno de Deus. Te Amo Demais Meu Filho!

Anúncios

2 Comentários (+adicionar seu?)

  1. BRUNA
    set 12, 2012 @ 09:37:15

    AMEI OS ANJINHOS QUE VOCE COLOCOU NO SITE PARABENS.

    Responder

  2. BRUNA
    set 12, 2012 @ 09:36:02

    NOSSA SEU FILHO E LINDO.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: